Resgate na praia da Solidão

Alexandre e Beto com os adolescentes após o resgate. Foto Divulgação ASPI

Presidente e diretor de marketing da ASPI salvam adolescentes na praia da Solidão

Garotos caíram em uma corrente de retorno e por pouco não se afogaram

Por Rodrigo Sikorski

Publicidade

José Alberto Luz, o Beto Mão na Borda, presidente da ASPI, e Alexandre Monteiro, diretor de marketing da entidade, salvaram dois adolescentes que se afogavam na praia da Solidão, em Itajaí, neste sábado. Os jovens foram resgatados com alguns ferimentos e muito assustados. Eles foram encaminhados ao posto de guarda-vidas do Canto Morcego.

Beto e Alexandre estavam surfando no canto esquerdo da praia da Solidão quando reparam no grupo de adolescentes que estavam tomando banho de mar no outro lado da praia. O presidente da ASPI percebeu que algo estava errado com dois adolescentes que se afastavam do grupo de amigos e estavam com dificuldades para voltar para faixa de areia. “Quando percebi a situação chamei o Alexandre para me ajudar a salvar estes garotos”, lembrou.

Quando chegaram nos jovens a dupla de surfistas percebeu que a situação estava complicada. “Eu vi uma cena muito feia. Um dos meninos estava quase se afogando quando veio uma onda e jogou pra cima das pedras. Por sorte ele conseguiu se segurar e ficou salvo”, contou Alexandre. Depois Beto foi até as pedras e resgatou o adolescente.

Para retirar o segundo adolescente, Alexandre deu sua prancha para o jovem se apoiar. Na sequência, eles remaram a favor da corrente e saíram pelo meio da praia. “Os adolescentes fizeram o que não se faz quando se cai em uma corrente de retorno. Estavam nadando contra a corrente e isto os deixou muito cansados e sem forças”, explicou o diretor de Marketing.

Projeto Surf Salva

Um dos principais projetos da ASPI para 2021 é o Surf Salva que tem como objetivo propiciar aos surfistas as bases teórico/práticas de salvamento aquático e primeiros socorros, de forma a tornar mais segura a prática do lazer e esportes nas praias reduzindo o número de mortes por afogamento. “Vamos fazer mais uma edição deste projeto em junho e nossa intenção é manter nossas praias com surfistas guarda-vidas o ano inteiro através do Surf Salva”, afirmou Beto.

Este tipo de evento é uma forma inteligente de motivar e estimular adolescentes e adultos a manterem o espírito e treinamento das formas de salvamento aquático com pranchas de surf. Fora de nosso país, na Austrália, Estados Unidos, e Europa estes eventos são realizados várias vezes ao ano entre os clubes de salvamento e países filiados a “International Life Saving Federation”.