Nike pretende vender a Hurley

Felipe Toledo. Foto WSL

Jornal americano afirma que Nike pretende se desfazer da Hurley, e executivos consideram até mesmo a venda de 100% da marca

A crise na surf wear continua. Segundo a Bloomberg, mídia dos Estados Unidos especializada em mercado financeiro, a Nike estuda a venda da Hurley, uma das maiores marcas do surfe na atualidade. A Bloomberg ouviu para a matéria fontes de dentro da Nike, que confirmaram a informação, mas solicitaram o anonimato.

A Nike é dona da Hurley desde 2002, quando comprou a marca fundada por Bob Hurley numa tentativa de se inserir no então crescente mercado da surf wear.

No final desta década, entretanto, a avaliação dentro da gigante mundial do setor esportivo é que a imagem ligada ao surfe perdeu o apelo para o público jovem — as falências de Quiksilver e Billabong, e as posteriores aquisições de ambas pelo grupo de investidores Oaktree Capital seriam o maior exemplo disso.

Nenhuma fonte da Nike ou da Hurley quis comentar oficialmente a reportagem

Não é possível ter uma noção exata do impacto que a venda para um outro grupo — e a consequente saída do guarda-chuva da toda poderosa Nike — poderia ter sobre a Hurley.
Publicidade

A marca atualmente é a que mais patrocina surfistas na elite do surf mundial: John John Florence, Filipe Toledo, Julian Wilson, Michel Bourez, Adrian Buchan e o líder do ranking masculino, Kolohe Andino.

Entre as mulheres, a cena é parecida. A tricampeã mundial e atual líder do circuito, Carissa Moore, e a atual vice-campeã mundial, Lakey Peterson, por exemplo, são duas atletas patrocinadas pela marca no topo do CT.
Mas enquanto as tradicionais gigantes do ramo continuam patrocinando eventos grandes da WSL, a Hurley saiu desta briga. A Rip Curl ainda tem etapas em Bells Beach e Portugal, a Billabong segura o Pipe Masters como pode e a Quiksilver segue com as tradicionais paradas da França e Gold Coast, na abertura do circuito. A Hurley era responsável pela etapa de Trestles, na Califórnia, que foi limada do circuito em 2018, cedendo lugar ao Surf Ranch Pro, na piscina de ondas desenvolvida por Kelly Slater.
Por hardcore.com.br