Italo Ferreira é o Brasil no WSL Countdown de Portugal

ERICEIRA, PORTUGAL - SEPTEMBER 29: WSL Champion Italo Ferreira of Brazil winning Heat 2 of Round 1 of the MEO Portugal Cup of Surfign on September 28, 2020 in Ericeira, Portugal. (Photo by Damien Poullenot/World Surf League via Getty Images)
By WSL Latin America

O potiguar Jadson André não conseguiu aproveitar a segunda chance de classificação para as quartas de final e terminou em nono lugar no MEO Portugal Cup of Surfing, mas fez um grande duelo com o português Vasco Ribeiro na tarde da quarta-feira em Ericeira. A derrota foi por menos de um ponto e na sequência foi definido o adversário do campeão mundial Italo Ferreira, que vai disputar a segunda vaga para as semifinais com o italiano Leonardo Fioravanti. As quartas de final femininas também foram formadas nas ondas de 3-4 pés em Ribeira D´Ilhas. Esta segunda e última etapa do WSL Countdown na Europa, tem prazo até sexta-feira e a primeira chamada da quinta-feira será as 7h30 em Portugal, 3h30 da madrugada no fuso de Brasília.

Jadson André (Foto: Damien Poullenot / WSL via Getty Images)

 

Publicidade

As meninas competiram pela manhã, com as baterias começando as 10h00 em Ericeira. Depois, a comissão técnica do MEO Portugal Cup of Surfing decidiu marcar a segunda fase masculina para as 16h00, porque a maré já estava muito cheia e com poucas ondas boas. O confronto luso-brasileiro foi o primeiro a entrar no mar à tarde e começou um pouco lento, mas pegou fogo depois. Jadson abriu a bateria com nota 3,67 e Vasco com 4,17.

O brasileiro logo pegou sua segunda onda no pointbreak de direitas de Ribeira D´Ilhas e ela abriu uma parede mais longa para fazer cinco manobras, com cada uma valendo um ponto. Jadson assumiu a dianteira com nota 5,00 e depois veio uma grande calmaria, com a próxima série de ondas só entrando aos 17 minutos. Vasco mostrou a potência do seu frontside para receber 6,50, só que o potiguar deu o troco com cinco manobras potentes de backside que arrancaram nota 7,00 para se manter na frente.

O duelo prosseguiu eletrizante e o português acha uma onda muito boa cinco minutos depois, aproveitando a chance para variar grandes arcos com fortes batidas e rasgadas jogando água pra cima. Jadson pega a onda de trás e surfa bem também, com uma série de duas manobras verticais e fica o suspense pelas notas. Os juízes deram 8,07 para a do Vasco Ribeiro e 6,87 para a do brasileiro. Depois, não entrou mais nada de ondas boas e o português festejou a classificação por 0,70 de diferença, no placar encerrado em 14,57 a 13,87 pontos.

Vasco Ribeiro (Foto: Damien Poullenot / WSL via Getty Images)

“Claro que sempre vai ser difícil surfar contra o Jadson (André), pois ele é de longe um dos melhores surfistas do mundo”, disse Vasco Ribeiro, que conquistou o título mundial Pro Junior em 2014 nessa mesma praia, derrotando Italo Ferreira na final. “Em um mar assim, você tem que se concentrar em si mesmo, para tentar pegar as melhores ondas e elas não estão fáceis de encontrar nesta maré. Acho que amanhã (quinta-feira) vai estar bem melhor e Ribeira (D´Ilhas) certamente é um lugar especial para mim. Estou ansioso pelo último dia”.

INVENCIBILIDADE – Após essa bateria emocionante, foi definido o adversário do campeão mundial Italo Ferreira na segunda quarta de final. O italiano Leonardo Fioravanti começou bem e dominou todo o confronto com o português Henrique Pyrrait. Ele foi aumentando a vantagem a cada onda e somou as notas das duas últimas, 5,87 e 6,63, para vencer por 12,50 a 10,93 pontos. Italo defende uma invencibilidade iniciada lá mesmo em Portugal no ano passado, no bicampeonato consecutivo conquistado na penúltima etapa do World Surf League Championship Tour, MEO Rip Curl Pro nas ondas de Supertubos, em Peniche.

Italo também venceu a final brasileira com Gabriel Medina no Billabong Pipe Masters, que decidiu o título mundial de 2019 no Havaí, além das duas competições que disputou esse ano. A primeira foi o evento noturno Onda do Bem, promovido pela WSL Latin America como parte do WSL Countdown na Praia de Itamambuca, em Ubatuba (SP). A outra foi na quarta-feira passada, o French Rendez-Vous Cup of Surfing que abriu a Euro Cup of Surfing na França.

Italo Ferreira (Foto: Damien Poullenot / WSL via Getty Images)

QUARTAS DE FINAL – Se passar pelo italiano, Italo irá disputar a primeira vaga na grande final do MEO Portugal Cup of Surfing com o vencedor do duelo entre o português Vasco Ribeiro e o marroquino Ramzi Boukhiam. Na chave de baixo, o japonês Kanoa Igarashi enfrenta o francês Maxime Huscenot na terceira quarta de final. Depois, o português Frederico Morais disputa a última vaga para as semifinais com o espanhol Aritz Aranburu.

As quartas de final femininas também foram definidas na quarta-feira, pela manhã em Ribeira D´Ilhas. As portuguesas se recuperaram bem, ganhando três das quatro baterias da segunda fase. A primeira vaga nas semifinais será disputada por Camilla Cardoso e a israelense Anat Lelior. A líder da Euro Cup of Surfing, a francesa Johanne Defay, está na segunda quarta de final com Carolina Mendes. Na terceira, tem outra francesa, Pauline Ado, contra uma portuguesa, Yolanda Hopkins. E na última, Teresa Bonvalot enfrenta a espanhola Nadia Erostarbe.

Camila Cardoso (Foto: Damien Poullenot / WSL via Getty Images)
PRÓXIMA CHAMADA – A primeira chamada para as quartas de final do MEO Portugal Cup of Surfing foi marcada para as 7h30 da quinta-feira em Portugal, 3h30 da madrugada no fuso horário de Brasília. O evento é totalmente móvel e poderá ser realizado em qualquer praia da costa portuguesa, até em Supertubos, Peniche, onde acontece a etapa do World Surf League Championship Tour, que Italo Ferreira ganhou nos dois últimos anos.

MEO Portugal Cup of Surfing é realizado com apoio da MEO, Turismo de Portugal, Portuguese Waves, Jeep, EDP, Hertz, Buondi, Fundação Oceano Azul, com parceria da Fuel TV e também será transmitido ao vivo pelo www.worldsurfleague.com e pelo aplicativo da WSL.

Mais informações sobre o surfe mundial no www.worldsurfleague.com e notícias em português no www.wsllatinamerica.com

—————————————————————-

João Carvalho – WSL Latin America Media Manager – jcarvalho@worldsurfleague.com

Felipe Marcondes – fmarcondes@worldsurfleague.com

WSL Latin America Senior Manager, Content & Marketing

———————————————————–

QUARTAS DE FINAL DO MEO PORTUGAL CUP OF SURFING:

1.a: Ramzi Boukhiam (MAR) x Vasco Ribeiro (PRT)

2.a: Italo Ferreira (BRA) x Leonardo Fioravanti (ITA)

3.a: Maxime Huscenot (FRA) x Kanoa Igarashi (JPN)

4.a: Aritz Aranburu (ESP) x Frederico Morais (PRT)

QUARTAS DE FINAL FEMININAS:

1.a: Anat Lelior (ISR) x Camilla Cardoso (PRT)

2.a: Johanne Defay (FRA) x Carolina Mendes (PRT)

3.a: Pauline Ado (FRA) x Yolanda Hopkins (PRT)

4.a: Teresa Bonvalot (PRT) x Nadia Erostarbe (ESP)

RESULTADOS DA QUARTA-FEIRA EM RIBEIRA D´ILHAS:

SEGUNDA FASE – Vitória=Quartas de Final / Derrota=9.o lugar:

1.a: Vasco Ribeiro (PRT) 14.57 x 13.87 Jadson André (BRA)

2.a: Leonardo Fioravanti (ITA) 12.50 x 10.93 Henrique Pyrrait (PRT)

3.a: Kanoa Igarashi (JPN) 14.00 x 11.50 Gatien Delahaye (FRA)

4.a: Frederico Morais (PRT) 11.67 x 7.43 Afonso Antunes (PRT)

SEGUNDA FASE – Vitória=Quartas de Final / Derrota=9.o lugar:

1.a: Camilla Cardoso (PRT) 7.13 x 6.70 Rachel Presti (ALE)

2.a: Carolina Mendes (PRT) 12.50 x 11.77 Ariane Ochoa (ESP)

3.a: Yolanda Hopkins (PRT) 11.77 x 11.37 Francisca Veselko (PRT)

4.a: Nadia Erostarbe (ESP) 13.10 x 12.07 Mafalda Lopes (PRT)

———————————————————–

SOBRE A WORLD SURF LEAGUE – A World Surf League (WSL), criada em 1976, é a principal plataforma do surf e dos surfistas no mundo inteiro. A WSL está dedicada a mudar o mundo através do poder inspirador do surf, criando eventos, experiências e narrativas autênticas para inspirar a comunidade global a viver um lifestyle com dedicação, originalidade e entusiasmo.

A World Surf League é uma organização global e sua sede principal é em Santa Monica, Estados Unidos, com escritórios regionais para a América do Norte, América Latina, Europa, África, Ásia, Australasia e Hawaii. A WSL tem uma profunda apreciação pela rica herança do surf, promovendo progressão, inovação e performance nos níveis mais altos do esporte.

A WSL é composta por Circuitos e Eventos, celebrando os melhores surfistas do mundo em todas as modalidades, realizando anualmente mais de 180 campeonatos globais para coroar os campeões mundiais em todas as divisões; pela WSL WaveCO, onde a inovação encontra experiências inéditas; e pela WSL Studios, que oferece as melhores narrativas através das competições, lifestyle e conservação.

Para mais informações, visite WorldSurfLeague.com

———————————————————–