GP Extreme Penha apresenta caras novas do triathlon de longa distância

Triatletas buscam cada vez mais cedo as provas de longa distância, como é o caso do GP Extreme Penha, que acontece nos dias 16 e 17 de setembro – Fotos: Rivo Bihel

Neste final de semana a cidade de Penha recebe, pelo segundo ano consecutivo, uma etapa do GP Extreme. Considerado uma das principais competições endurance de triathlon a prova desafia os atletas em 1000 m de natação, 100 km de ciclismo e 10 km de corrida, sendo o único evento na América do Sul a possuir tais distâncias. E a cada ano as etapas da série GP Extreme atraem novos competidores que estão migrando das provas de curta para longa distância.

Publicidade

Segundo o Head Coach da CPH Brasil, Rafael Cruz, o Palito, é comum que os atletas busquem novas opções de provas mais longas justamente pela motivação. Ele ainda explica que provas com o GP Extreme são importantes para lapidar novos talentos.

“O amador, por natureza, mira o desafio e ele acaba encontrando isso nas provas mais longas. No caso do GP Extreme ele serve como base tanto para um atleta que compete na distância olímpica quanto para um atleta que busca provas mais longas. Você tem no GP Extreme percurso de 10 km de corrida, que é justamente a distância do triathlon olímpico, mas também tem um percurso de ciclismo que é maior do que um 70.3, por exemplo”, comenta o técnico que treina alguns dos melhores triatletas do Brasil como Igor Amorelli, Pâmella Oliveira e Chicão.

E é justamente como esse objetivo que o GP Extreme Penha é feito. Realizado pela primeira vez em 2016 a prova buscou reestabelecer a trajetória de Santa Catarina no calendário de provas para atletas que estão se preparando para evento com distâncias ainda maiores. Ao longo dos anos o GP Extreme Series já faz parte da história de mais de 4.000 triatletas de todo país.

Na etapa de Penha do GP Extreme serão quase 40 atletas com idades entre 16 e 29 anos participando do evento o que mostra uma grande adesão por parte dos atletas mais novos. Entre eles nomes como Taynara Bonetti, Ana Paula Mendes, Matheus do Livramento, Augusto Gomes e José Henrique Ferreira Junior.

Sobre o GP Extreme Penha:

A segunda edição do GP Extreme Penha faz parte do calendário de quatro provas da série no ano de 2017. Após passar por São Carlos (SP) e João Pessoa (PB), a cidade catarinense sedia a terceira etapa do ano nos dias 16 e 17 de setembro, enquanto o último evento da temporada será realizado novamente em São Carlos, no mês de outubro. Os 1000m de natação acontecem na Praia Armação do Itapocorói, enquanto os 100 km de ciclismo são feitos em oito voltas no circuito entre a TransBeto e a SC-414 e a corrida em duas voltas na Avenida Antônio Joaquim Tavares e Av. Itapocorói, ambas margeando a Praia da Armação.

Além de toda ação que envolve a etapa do GP Extreme Series, a cidade de Penha é também um ótimo local para curtir momentos de lazer e descanso, sendo uma prova propícia para o atleta trazer toda família. Localizada próximo aos aeroportos de Navegantes e Florianópolis, a cidade do litoral norte catarinense conta com 19 belas praias e concentra o maior parque multitemático da América Latina, o Beto Carrero World. A região ainda é bem conhecida por sua ótima infraestrutura hoteleira e gastronômica.

Sobre o GP Extreme:
Realizado desde 2010, em São Carlos (SP) pela SB5 Eventos, o GP Extreme ganhou força para a temporada 2017 com a inclusão de novas provas percorrendo as regiões Sul, Sudeste e Nordeste do país. Além de passar pelo interior paulista, as cidades de João Pessoa (PB) e Penha (SC) fazem parte do calendário de provas, consolidando o circuito como um dos principais do país, com formato único, que inclui 1.000m de natação, 100km de ciclismo e 10km de corrida.

Programação:

Sábado – 16 de Setembro de 2017

EXPO GP – 14h as 19h
Retirada Kits GP Extreme e GP Sprint Penha – 14h/18h
Simpósio GP Extreme e GP Sprint Penha 17h30

Domingo – 17 de Setembro de 2017

GP Extreme
Entrada Transição das 5h:45 às 6h:55;
Largada 7h:15;
EXPO GP – 9horas / 15horas

GP Sprint Penha
Entrada Transição: a definir no simpósio técnico;
Largada a definir no simpósio técnico
Tempo Limite: Total 2h de prova;

Duathlon Extreme Penha
Entrada Transição: a definir no simpósio técnico;
Largada a definir no simpósio técnico
Tempo Limite: Total 2h de prova;

Mais informações: http://www.sb5.com.br/eventos/gp-extreme/

Informações para imprensa:
Danilo Caboclo – danilo@gruposix.com.br – 48 99177-8099
Marina Sartori – marina@gruposix.com.br – 48 99135-9402