Francês soca tubarão

Surfista francês rema forte e foge de tubarão em Bells Beach — Foto: Reprodução

O surfista francês Dylan Nacass, de 23 anos, conseguiu escapar de um tubarão quando surfava em Bells Beach, a 1h30min de Melbourne, na Austrália. De acordo com o canal australiano “9News”, o jovem saiu com ferimentos leves na perna após dar dois socos no animal.

Um vídeo que circula nas redes sociais mostra Dylan e um amigo remando desesperadamente para fugir do tubarão que se aproximava. Nacass disse à emissora que o tubarão se prendeu em suas pernas e, quando ele deu os dois socos, conseguiu se desvencilhar da mordida.

Publicidade

– Soquei ele uma vez, e ele seguiu nas minhas pernas. Duas vezes, e ele saiu – disse.

Morador local, Matt Sedunary correu para ajudar o jovem francês após perceber que ele precisava de ajuda.

– Ele começou a gritar – e eu honestamente achei que estava brincando com seus amigos – contou Matt.

O incidente foi filmado pelo australiano Graham Blade.

– Eu o vi surgir atrás dele e soube que era real – falou Blade.

Nos EUA, surfista morreu no último sábado

Enquanto Nacass se safou com apenas alguns pontos na perna direita, um outro ataque de tubarão que aconteceu na Baía de Monterrey, no norte da Califórnia, deixou um surfista morto na tarde do último sábado. A vítima, de 26 anos, foi identificada como Ben Kelly. O acidente ocorreu na Manresa State Beach, aberta somente para a prática de esportes aquáticos.

A Repartição de Xerifes do Condado foi acionada, mas o rapaz foi declarado morto ainda no local, após ser resgatado. Segundo o departamento, o incidente ocorreu a cerca de 100 metros da faixa de areia.

Ben Kelly surfista morto EUA tubarão — Foto: Ben Kelly/Surfboards
Ben Kelly surfista morto EUA tubarão — Foto: Ben Kelly/Surfboards
A praia, localizada no condado de Santa Cruz, está aberta somente para a prática de esportes aquáticos como forma de reforçar o distanciamento social no controle à pandemia de coronavírus. Após o ataque, o local deve ser fechado pelos próximos cinco dias.

Morador da região, Ben Kelly era proprietário de uma marca de personalização de pranchas, que ele descrevia como uma forma de alimentar sua paixão pelo surfe e alimentar o entusiasmo de outros surfistas.

Segundo o Departamento da Califórnia de Parques e Recreação, ainda não se sabe a espécie do tubarão responsável pelo ataque ao surfista. Em um comunicado, o órgão afirmou ter colocado avisos ao longo da praia e também ofereceu condolências à família de Kelly: “O Departamento expressa os mais profundos sentimentos à família da vítima”.

Por GloboEsporte.com