Finais históricas em Pipe

KAPALUA, HI - DECEMBER 7: Tatiana Weston-Webb of Brazil winning Heat 6 of Round 1 of the Maui Pro presented by ROXY at Honolua Bay on December 7, 2020 in Kapalua, Hawaii. (Photo by Keoki Saguibo/World Surf League via Getty Images)
Tatiana Weston-Webb (Foto: Keoki Saguibo / WSL via Getty Images)

Finais do Maui Pro apresentado pela Roxy serão históricas em Pipeline

By WSL Latin America

Pela primeira vez na história, uma etapa feminina do World Surf League Championship Tour será disputada nos tubos de Pipeline, na ilha de Oahu, Havaí. Está confirmado o encerramento do Maui Pro apresentado pela Roxy no maior palco do esporte. Cinco surfistas terão este privilégio e a brasileira Tatiana Weston-Webb será a primeira a competir. A gaúcha enfrentará a californiana Sage Erickson na luta pela última vaga nas semifinais.

A primeira chamada para este duelo é às 7h00 desta sexta-feira no Havaí, 14h00 no fuso de Brasília, mesmo horário para os homens no Billabong Pipe Masters em memória a Andy Irons apresentado pela Hydro Flask, que também pode terminar nesta sexta-feira. A comissão técnica irá decidir os horários para cada categoria e qual entrará primeiro.

Publicidade

Maui Pro apresentado pela Roxy abre a corrida pelo título mundial feminino e foi iniciado na semana passada na ilha de Maui. Em um único dia de competição nas ondas de Honolua Bay, foram realizadas quase quatro rodadas completas. Por falta de luminosidade, o confronto de Tatiana Weston-Webb com Sage Erickson, que fecharia as quartas de final, ficou para abrir o último dia. No entanto, o incidente com um tubarão que vitimou um freesurfer local, motivou a World Surf League a procurar outra praia para fechar esta primeira etapa no Havaí.

A escolha de Pipeline para sediar as finais foi anunciada pelo CEO da World Surf League, Erik Logan, na quarta-feira: “É a primeira vez que uma etapa feminina do CT acontece em Pipeline. Estamos ansiosos por isso e por trazer mais igualdade de gênero para o surfe no Havaí”.

Pipeline na quinta-feira (Foto: Brent Bielmann / World Surf League via Getty Images)

Se passar por Sage Erickson, Tatiana vai enfrentar a havaiana tetracampeã mundial Carissa Moore, na segunda semifinal do Maui Pro apresentado pela Roxy. A primeira foi formada nas ondas de Honolua Bay e será disputada pelas australianas Tyler Wright e Sally Fitzgibbons. As três ganharam as últimas baterias realizadas na ilha de Maui. As finais serão transmitidas ao vivo no WorldSurfLeague.com, no aplicativo da WSL e na TV pelos canais ESPN.

SEMIFINAIS DO MAUI PRO APRESENTADO PELA ROXY:
1.a: Tyler Wright (AUS) x Sally Fitzgibbons (AUS)
2.a: Carissa Moore (HAV) x vencedora da última quarta de final

QUARTAS DE FINAL – Derrota=5.o lugar com 4.745 pontos:
——–últimos resultados na ilha de Maui:
1.a: Tyler Wright (AUS) 18.33 x 12.40 Stephanie Gilmore (AUS)
2.a: Sally Fitzgibbons (AUS) 14.37 x 11.30 Lakey Peterson (EUA)
3.a: Carissa Moore (HAV) 15.04 x 11.27 Malia Manuel (HAV)
——–bateria que ficou para abrir o último dia:
4.a: Tatiana Weston-Webb (BRA) x Sage Erickson (EUA)

———————————————————–

WSL Global Communications:

Chloe Kojima – ckojima@worldsurfleague.com

Amy Denman – adenman@worldsurfleague.com

———————————————————–

João Carvalho – jcarvalho@worldsurfleague.com

WSL Latin America Media Manager

Felipe Marcondes – fmarcondes@worldsurfleague.com

WSL Latin America Senior Manager, Content & Marketing


SOBRE A WORLD SURF LEAGUE 
A World Surf League (WSL), criada em 1976, é a principal plataforma do surf e dos surfistas no mundo inteiro. A WSL está dedicada a mudar o mundo através do poder inspirador do surf, criando eventos, experiências e narrativas autênticas para inspirar a comunidade global a viver um lifestyle com dedicação, originalidade e entusiasmo.

A World Surf League é uma organização global e sua sede principal é em Santa Monica, Estados Unidos, com escritórios regionais para a América do Norte, América Latina, Europa, África, Ásia, Australasia e Hawaii. A WSL tem uma profunda apreciação pela rica herança do surf, promovendo progressão, inovação e performance nos níveis mais altos do esporte.

A WSL é composta por Circuitos e Eventos, celebrando os melhores surfistas do mundo em todas as modalidades, realizando anualmente mais de 180 campeonatos globais para coroar os campeões mundiais em todas as divisões; pela WSL WaveCO, onde a inovação encontra experiências inéditas; e pela WSL Studios, que oferece as melhores narrativas através das competições, lifestyle e conservação.

Para mais informações, visite WorldSurfLeague.com